Eduardo

Lilypie Fifth Birthday tickers

Rodrigo

Lilypie Second Birthday tickers

8 de fev de 2011

Amor, amor, amor

Estávamos na janela olhando um "tratror" estacionado do outro lado da rua. Eduardo vira pra mim e diz:
- Mamãe, você é o amor da minha vida.
Com meu coração quase explodindo de tanta felicidade (com é BOM ouvir isso dos filhos!!!) respondi que o amava muito também.
Pensativo ele indaga:
- Por que você casou com o papai?
- Ué, porque eu amo ele.
- Ahhhh! Eu queria que você casasse comigo.
(Ai, ai, ai, Édipo!)
- Meu anjo, eu não posso casar com você. Se eu e seu pai não fôssemos casados você e Rodrigo não teriam nascido; e, mãe e filho não podem casar.
- Então eu vou casar com a Laura S. mesmo. (colega dele desde o berçário. Ele é "novio" dela e ela é "novia" dele.).
Eu mereço!
Rodrigo está cada vez mais apaixonante. Lindo, gostoso, risonho. O segundo dentinho nasceu hoje. Uma fofura.
Ele não pára de conversar. É "dadada" pra cá, "dadada" pra lá. Baba que é uma beleza.
Não pode ouvir a voz do pai e do irmão que fica todo excitado. Coisa de louco mesmo!!!!
Como boa mãe coruja que sou, digo que ele é muito inteligente, perspicaz. Tem um olhar de menino levado, parece que está só esperando a hora de começar a andar pra fazer toda a bagunça que está arquitetando e ainda não pode colocar em prática. Estou até com medo do que vem por aí... Rsrsrs...

1 de fev de 2011

Dentinho e Volta às aulas

Nasceu o primeiro dentinho do Rodrigo!!!! Ele é tão bonzinho que não reclamou hora nenhuma, continuou super bem humorado e comendo tudo!!! Está fofo demais! Uma pontinha branca no meio do bocão. O próximo não tarda a aparecer. A gengiva está bem inchada. Estamos na espectativa!!!
Ele já fica um tempão sentado sem tombar brincando com qualquer coisa que caia em suas mãos. Inclusive cheguei à conclusão de que bebês gostam de objetos sem cor. Verde, vermelho, amarelo, barulho? Que nada! O legal é colher de pau, controle remoto preto, tampa de lata de leite. Quanto mais "sem graça" mais bacana!
Eduardo volta às aulas na quarta-feira! Ainda! Ele não aguenta mais férias, está morrendo de saudades dos colegas. Só fala da professora do ano passado, por mais que eu diga o nome da nova professora. Maternal III, aí vamos nós!!!