Eduardo

Lilypie Fifth Birthday tickers

Rodrigo

Lilypie Second Birthday tickers

7 de fev de 2012

Gorila

Eduardo me contou, pela primeira vez, o nome de um colega: "Gorila" (?????????)
- Como assim, meu filho, Gorila?
- É mamãe, a mãe e o pai dele deram esse nome pra ele.
Daí me lembrei da lista das turmas que estava fixada no portão semana passada com o nome das crianças e disse:
- Filho, não é "Gorila", é "Murilo"!
- Como? "Burilo"?
- Não, Dudu, "Murilo", com "mu".
- Nossa! que nome difícil! "Gurilo". Se fosse menina ia ser "Gorila".

6 de fev de 2012

Adaptação

Fevereiro chegou e, finalmente as aulas começaram! Rodrigo está em fase de adaptação na escola. Eduardo também, já que mudou de unidade.
A adaptação, na verdade, é geral aqui em casa. Estou me adaptando à falta do Rodrigo em casa, à tarde. E como eu sinto falta dele. Imagina, passei o segundo semestre de 2011 louca para colocá-lo na escola e agora estou um tanto saudosa do meu filhotinho.
Hoje, após o final de semana, ele chorou, não queira ficar com a professora, me agarrou, me chamou, fez o maior drama. Lógico que meu coração apertou, mas sei que é só no início do dia, que depois passa. Respirei fundo, dei um beijo nele e passei o pequeno para o colo da professora. Eles me ligariam caso fosse necessário. Passei a tarde toda colada ao telefone e, NADA! Ninguém ligou para dizer que Rodrigo estava se descabelando, chamando pela mamãe. Misto de orgulho e tristeza, claaaaaaro!!!Nova fase para todos! quando cheguei à escola para buscá-lo ele começou a chorar novamente, me abraçou e não desgrudou mais! Delícia, delícia, fiquei no céu.
Já Eduardo sinto que está mais resistente. A professora disse que ele está bem enturmado, brinca o tempo todo, mas até hoje não me contou o nome de nenhum colega. Fica dizendo que não sabe, que não perguntou e não toca mais no assunto. Ele está bem encantado com o espaço físico da nova unidade, que é bem maior do que a unidade em que ele estudava. Na verdade, acho que quem está resistente sou eu. Eduardo estudava na outra escola desde os 6 meses de idade. Eu conhecia TODO mundo da escola e ele era reconhecido por todos. Agora não é mais assim. Vamos ver... Tomara que ele esteja feliz e se sinta seguro na nova escola.
Precisamos de tempo, é isso.