Eduardo

Lilypie Fifth Birthday tickers

Rodrigo

Lilypie Second Birthday tickers

21 de dez de 2009

Sonho

Que lindo filho! Hoje você me contou pela primeira vez um sonho que teve. Obviamente, você não sabe que foi um sonho, mas foi tão legal! Você acordou, foi até o meu quarto e disse: "Diligi o fuca na icola". Eu dei corda e você me disse que dirigiu até a escola, que o papai havia deixado. Lá você encontrou a Nina, o Vítor, "toooodos os 'coiegas'"!
Ontem te perguntei quem te fez tão lindo! Você abriu o maior sorriso do mundo e respondeu sem hesitar: "A Dane!". A Dane é a sua professora. Seu pai ficou sem ar de tanto que riu.

17 de dez de 2009

Outra vez

Às vezes faltam palavras que nos façam expressar os sentimentos como eles são! Este é um caso desses. Estamos sem palavras tamanha a nossa felicidade!!!! É isso aí!!!! O Dudu terá um irmão!!! É o Rodrigo!!!! VIVAAAAAA!!!!!!!

8 de dez de 2009

É paixão de homem, está no sangue

Papai comprou um Fusca! Branco, 1977!
Mandou pra oficina para reformar o que precisava, comprou peças originais, está todo orgulhoso do seu mais novo "filho".
O dia em que pegou o carro quase teve festa. Alegria estampada nos olhos dos homens da família, inclusive nos olhos do filhote! É isso aí mesmo!!!! Eduardo está APAIXONADO pelo "Fuca blanco do papai que fazi bululão". Só pensa no carro. Toda vez que vê um na rua, na tv, onde quer que apareça ele grita: "Ó!! Igal Fuca papai! Fazi bululão!!!"
Um primo de outra cidade esteve conosco aqui em casa e foi à garagem para ser apresentado ao mais novo membro da família. Papai e tio Cláudio esqueceram do Dudu no apartamento com a Mamãe e a tia Fê. A indignação do pequeno foi tamanha que às 4 horas da madrugada ele teve um pesadelo e gritava aos prantos: "Qué vê fuca tamém!!! Leva Dudu na galage! Qué descê vê fuca tamém!!!" Quase morri de pena. Custei a acalmá-lo.
No dia seguinte o pesadelo se repete. De cortar o coração. Desta vez foi às 5h. Ele acordou e queria ir à garagem de qualquer maneira. Eu respondi que iríamos quando o sol acordasse. Deu certo!
Paixão por carro está no sangue mesmo! É igual ao pai!

4 de dez de 2009

Tempos verbais... parte 2

Bisa pergunta após almoço: - O Dudu "papou" tudo? Resposta dada com um grande sorriso de satisfação elevando os dois bracinhos no ar: - "Papi" tudo Bisa!

3 de dez de 2009

Tempos verbais aos 2 anos

- Filho, você perdeu seu sapato?
- Perdi.
- Filho, voce deu a caneta pra vovó?
-Di.
- Olha, você ganhou um presente!
- Ganhi.
-Você bebeu a água toda?
- Bebei.