Eduardo

Lilypie Fifth Birthday tickers

Rodrigo

Lilypie Second Birthday tickers

12 de fev de 2010

Tem nenem na barriga do Dudu

Hoje de manhã levei Eduardo para casa da minha mãe. Tive que trabalhar mais cedo.
Enquanto a vovó procurava o lencinho umidecido para limpá-lo me debrucei por cima dele para beijá-lo e ele colocou os pés na minha barriga. Disse que ele tinha que ter mais cuidado pois estava machucando a mamãe e o Rodrigo. Na mesma hora ele olhou pra mim com um sorriso torto no rosto e disse que tinha um nenem na barriga dele também. Eu perguntei como esse nenem chamava e ele respondeu, depois de pensar um pouco: "Luciano". Fico pensando se é em homenagem à nova professora, a Luciana. Não conhecemos NINGUÉM com este nome.
Pecinha rara!

11 de fev de 2010

É minha plaça

É isso aí, agora todas as vezes que passamos de carro por alguma praça Dudu grita da cadeirinha: "É minha a plaça!". Fiquei imaginando o porque da fixação com as praças da cidade. Não temos o costume de levá-lo porque somos sócios de um clube que tem um ambiente infantil MARAVILHOSO!!! Fora que, querendo ou não, é mais seguro também. Perguntei a ele com quem ele ia pra praça e ele respondeu que era com a Dani (professora do Maternal I do ano passado), com a Tati (auxiliar), com a Lu (professora dele este ano - Maternal II) e todos os "coiegas" Resolvi falar para ele o nome das praças pelas quais passamos com mais frequencia. "Filho, essa é a praça Alaska, essa é a praça da Bandeira, essa é a praça da Liberdade, essa é a Leonardo Gutierrez". E Dudu sempre falando: "É minha a plaça." Um dia demos a volta de carro pela JK, então disse que aquela era a praça do Jucelino Kubichek. Ele me respondeu no ato, sem pestanejar: "Ele empestou pro Dudu, é minha". Pronto, as praças da cidade são TODAS do Eduardo, ok?. Mas não se preocupem porque ele disse que todo mundo pode brincar, "o Dudu empesta."

2 de fev de 2010

Eh papai errado!

Cena: Domingo 16:00. Eduardo deitado no sofá tomando a mamadeira e vendo TV. Papai e mamãe sentados à mesa almoçando. - Acabou mamadela mamãe! - É filho. Então põe lá na cozinha que depois eu lavo. Papai intervém: - Pode deixar na mesa da sala mesmo Dudu. - Não! - e faz cara de bravo - É na cozinha!!! - depois ri para o papai e completa - Eh papai errado! FIM