Eduardo

Lilypie Fifth Birthday tickers

Rodrigo

Lilypie Second Birthday tickers

25 de jul de 2009

Beijo no tio Cris

Ontem à noite voltei à casa da minha sogra para o lanche. Meus cunhados estavam lá também. O irmão do meio do meu marido é o padrinho do Eduardo, o tio Cris.
Ele esta de saída e o Dudu entretido com uma brincadeira. Nós falmos para o Eduardo despedir do tio, para dar um beijo, para levá-lo até a porta e Dudu desprezando tudo e todos. Queria saber apenas do carrinho que estava em suas mãos.
O tio Cris foi embora. Uns 10 minutos depois Eduardo largou o carrinho foi até a porta de saída e começou uma ladainha interminável e verdadeiramente sentida:
"Beso tio Kis (ele pronuncia o Cris sem aletra R, por isso escrevi com K). Qué beso tio Kis. Foi bola. Beso tio Kis tau! Bô tio Kis. Qué beso tio Kis...." Foi assim até irmos embora também. Dudu ficou inconsolável por não ter se despedido do padrinho.

24 de jul de 2009

"Tchau mamãe"

Fomos almoçar na casa da minha sogra hoje. Na hora em que estava saindo para trabalhar me abaixei, - ele estava sentado desenhando - para me despedir dele.
- "Tchau, filho, mamãe tá indo."
-"Não mamãezinha!" Olhos se enchendo d'água
_"Filho, mamãe vai trabalhar, fica com o papai e com a vovó. Um beijo e até de noite"
Ele olhou com um sorriso esperto para meu marido, se voltou para mim, empurrou meu queixo bem de levinho e disse:
-"Tchau mamãe, tabalá, beso até note!" Me abraçou e estalou um beijo bem molhado na minha bochecha. Depois foi com a avó até a porta de casa para fehá-la e ficou gritando lá de dentro:
-"Tchau mamããããããe, tchau mamãezinhaaaaaaa"!!!! Super feliz!
Fui trabalhar com o coração leve, leve....

Acho que o Eduardo está abandonando a mamadeira da meia noite. Essa é a terceira que faço a mamadeira, espero que ele peça e nada... Como ele está muito gripado, até com princípio de bronquite, pode ser que esteja mais inapetente. Vamos ver como vai ser quando ele melhorar.

Fomos ao pediatra hoje e ele nunca se comportou TÃO bem. Não chorou quando foi auscutado, até achou graça. Deixou que o médico o examinasse sem problema. Antes de irmos fiz um "combinado" com ele. Disse que iríamos ao pediatra e que ele nem precisava chorar. Falei o que iria acontecer no consultório, que o tio Fenando é bonzinho,. e que ele tinha que ficar elegante. Não deu outra, ele se comportou como um rapaz! Mais um motivo de orgulho!!!

Por sinal, está pesando 15kg e medindo 93 cm! Haja coluna! E ele só tem 1 ano e 10 meses! Ahf! Fico tentando imaginar que tamanho de adolescente vou ter em casa! Rsrsrsrs!

Ah! E como sempre, essa é a primeira noite que ele dorme sem me chamar (Tem 4 noites que durmo com ele até o dia raiar) e eu aqui, sentada no computador, sem sono e sem vontade de deitar. Vai entender?

23 de jul de 2009

Vovó Tucha

Eduardo é apaixonado pela Vovó Tucha! Tão bonita a relação dos dois!
Minha mãe viajou na semana passada e chegou na segunda feira à tarde. Levei Eduardo para vê-la. Ela caia em seus braços o tempo todo. Olhava para ela e ficava rindo, fazendo graça. "É a vovó Tucha!" - dizia. Como se estivesse acreditando que ela estava ali, na frente dele, em carne e osso.
Dava gosto de ver a felicidade estampada em seu rostinho! Olhos brilhando...

21 de jul de 2009

"Papai tá ati"

Meu marido está de férias. Hoje fomos almoçar na casa da minha mãe e depois ele foi com o Dudu para a casa da minha sogra.
Eduardo mal está acreditando que vê o pai a todo momento e repete sem parar:
-" Ó papai Iel tá ati!"
Fofo demais!!!!!

20 de jul de 2009

É MEU!!! É MINHA!!!

Vou puxar o maior saco do meu filhão!!! Vou babar ovo mesmo!
Neste último final de semana viajamos para um hotel fazenda perto de Belo Horizonte. Fomos com mais um casal amigo. Eles têm um filho lindo, o Bernardo, que tem 2 anos e 8 meses.
O hotel estava cheio de crianaças das mais variadas idades. O mais novo era o Eduardo e os mais velhos deviam estar com 11 anos.
Foi um final de semana delicioso!
Mas quero chegar no Dudu.
Ele está naquela fase do "é meu, é minha" pra tudo! Não se pode pegar nada que lá vem a ladainha: " É meu, é do Dudu!".
Até aí tudo bem, sei que faz parte do desenvolvimento e que qualquer criança passa por isso. É uma fase de brigas e choros sem fim, principalmente com outras crianças por perto.
Levamos para o hotel seus brinquedo preferidos, entre eles a sua "moto" (um velotrol da Bandeirante, aquele tradicional, laranja, verde com rodas azuis...). Quando as crianças viram ficaram enlouquecidas, principalmente as menores. Imediatamente Eduardo começou a bradar: "É moto minha, do Dududu! É meu moto!"
Com muita calma me abaixei e disse: "Filho, a moto é sua mas você empresta para os amigos, não empresta?" E para o meu espanto ele emprestou sem alarde nenhum. Foi brincar com outras coisas. E isso aconteceu com todos os briquedos, durante todo o final de semana, sem estresse nenhum!!!!
Estou super orgulhosa do Eduardo! E essa atitude não é só porque ele está na escola ou porque eu o eduaco assim. Isso é dele mesmo. Muito lindo!!!! Estou inchada de tanto orgulho!!!! Rsrsrsrs

17 de jul de 2009

Músicas

Que delícia é essa idade do Eduardo. Ele está super comunicativo, falando sem parar e contando "mil casos"!
Agora está de férias da escola. No último dia de aula abri sua mochiça para ler a agenda e a auxiliar da sua classe tinha feito um presente para ele (e claro, para os colegas também). Um CD de músicas infantis. Assim que coloquei o CD para tocar Dudu começou a acompanhar as músicas, cantando e dançando!!!! Tão lindo! Ela gravou as músicas que eles estão acostumados a cantar na escola.
Nós, pais, que estamos do lado de fora raramente conseguimos saber quais as músicas que eles cantam na rodinha ou na aula de música, principalmente quando são pequenos. Mais tarde eles ensinam, mas com 1 ano e meio é praticamente impossível compreender o rítmo e muito menos a letra!
Adorei o presente! Agora canto junto e estou aprendendo inclusive os movimentos (ele me ensina)!!!!

14 de jul de 2009

Momentos de tensão

Amanhã o Eduardo está de férias. Só que eu e o pai dele não.
Até então minha mãe iria ficar com ele para mim e minha sogra também se ofereceu.
Mamãe recebeu um convite para viajar amanhã e aceitou. Meu marido perguntou se a mãe dele poderia ficar com o Eduardo e ela disse que não. Tem que levar a mãe dela ao médico.
Momentos de pura tensão! Daniel com raiva da minha mãe que decidiu viajar de última hora e de todas as tias dele que não podiam levar a mãe ao médico!
Falei com ele que minha mãe não era babá e tinha a liberdade de viajar quando bem entendesse. Blábláblá.... Ele acabou concordando comigo.
Solução encontrada para o Dudu? Sim! Colônia de Férias da escola! Lá podemos optar por pagar a diária, ou semanalmente ou quinzenalmente. Só que eszbarramos em mais um problema. A colônia acaba às 18:00 e eu só saio do trabalho às 19:00. Tivemos sorte que isso aconteceu na quarta feira pois justo nesse dia o Daniel sai mais cedo do trabalho e irá pegar o filhão na escola! Ufa!!!!
Minha sogra ficará com ele na quinta e na sexta feira! Graças à Deus minha mãe volta no Domingo!!!!!!

Tadinha mamãezinha

Estou com uma baita dor de garganta!!!! Era só o que me faltava.
Hoje quando acordamos, eu, Eduardo e meu marido, senti que estava com febre. Sentei no sofá e coloquei o termômetro. Segundos depois Dudu sentou-se ao meu lado, me deu a mão e começou:
- Papaiê, papaizinhoooo!!!! Mamãezinha tadinha dodói! Gaganta!
E começou a fazer carinho no meu braço.
Esse foi o melhor remédio do dia.

13 de jul de 2009

Para Eduardo (um pouquinho das minhas lembranças)

Dudu, hoje fui resolver umas coisas na rua e parei na frente da casa da minha avó Angela e do meu avô Leonardo. Eles já não estão mais conosco mas como fazem falta!!!
A casa foi vendida logo após a morte da vovó.
Ela está toda reformada, com a fachada vermelha. agora virou um ponto comercial.
Lembro que na frente tinha um jardim com duas árvores enormes. Numa delas o vovô colocava luzes coloridas todo o Natal e na outra, que em determinada época do ano florecia, tinha umas lagartas que queimavam e eram perigosas. Na verdade era bem divertido por que o vovô Léo as pegava e jogava no meio da avenida para que víssemos os carros passarem por cima delas!
O endereço deles foi o primeiro que decorei: Av do Contorno 8863. O telefone também. Era muito fácil: 335-5009 - na verdade decoramos assim: 33-55-00-9!
Me deu tanta saudade ver a casa, mesmo não sendo mais a mesma.
Os dois sempre nos esperavam no portão e se despediam de nós no mesmo lugar, e sempre de mãos dadas. Ela gordinha, cheirosa e ele com os cabelos branquinhos e de olhos azuis da cor do céu.
A família toda almoçava lá praticamente todos os domingos.
Na sala tinha uma porta grande de vidro que abria para a varanda. Nos Natais, vovó e minhas tias (suas tias avós) costumavam pintá-la com motivos natalinos. Sinos, árvores de natal, papai noel, boneco de neve. Ficava lindo!
Quando eu era pequena o vovô ainda não tinha feito o muro e o portão que abrigavam a casa da rua. Tinha um murinho baixo, cheio de flores azuis. As minhas tias faziam coroas com elas para mim.
A gente corria pela casa toda. Íamos no galinheiro correr atrás dos coelhos. É isso mesmo, na casa da vovó tinha um galinheiro e nele tinha coelho!!! Incrível, né? Foi nele que a tia Carol (minha irmã) caiu e cortou o joelho. Teve que ir ao hospital dar pontos. Esta foi a sensação do Domingo.
Antes da reforma, tinha um quartão, que era onde minhas quatro tias dormiam. Foi nele que aprendi a andar de patins.
Hoje, meu filho, a casa não tem mais muro, não tem mais jardim. Está com a fachada vermelha, sem a porta de vidro e sem a varanda. Na minha memória e no meu coração a casa nunca irá mudar. Sempre irei escutar as vozes da casa e sentir seu cheiro. Sempre que fechar meus olhos irei me deitar no sofá da sala de visita e sentir a vovó Angela fazendo carinho no meu braço, ouvir sua risada e ver seu rosto ficar vermelho de vergonha. A casa da Av. do Contorno 8863 sempre será aquela da minha infância e adolescência. Nunca vai mudar.

9 de jul de 2009

"Suto mamãe"

Ontem à noite teve jogo do Cruzeiro e Estudientes (não sei se é assim que escreve). Pois bem, meu filhote estava num soninho super bom e reparador quando começou o foguetório. Pensei que ele fosse acordar mas continuou tranquilo. Quando o jogo terminou, com o placar 0X0, os torcedores recomeçaram a confusão. Foguete, batucada, cantoria... Vai entender, com um placar ridículo desse. Era meia noite e estouraram um foguete no prédio ao lado do meu, ou seja, praticamente dentro do nosso apartamento. Eduardo deu um pulo na cama e começou a chorar loucamente. Só que ele é tão bonzinho, que assim que me viu colocou as mãozinhas no peito e disse: "É suto mamãe!" E isso entre soluços. Meu coração ficou apertado. Deitei com ele e ficamos de mãos dadas. Do nada ele chamou pelo pai, que foi ao nosso encontro, sentou no chão e deu a mão para ele. Dudu olhou para o pai e para mim, deu um mega sorriso e dormiu. Lindo, lindo, lindo!!!!
Ps: Detesto qualquer tipo de torcedor maluco. Só perdôo na Copa do Mundo!

8 de jul de 2009

"Beledê"

Dudu descobriu um canto, no quarto da minha mãe, onde ela guarda os CDs. Todo dia ele tira todos os CDs do lugar, quebra algumas caixas, brinca, brica, brinca... e depois deixa a maior bagunça.
Hoje resolvemos ajudá-lo a arrumar a bagunça e el começou: "É o beledê, é o beledê. Guadá o beledê bó. Toma o beledê". Ficamos olhando para cara dele sem entender aquela nova palavra até que, finalmente, ele pegou um dos CDs e muito sério olhou para nós e disse: "Beledê". e saiu do quarto.

7 de jul de 2009

"Dodói"

O resfriado chegou aqui em casa! Ai que noite!!! Dudu espirrou e tossiu durante todo o tempo, ou seja, dormi com ele. A partir das 2 da madrugada ele começoua reclamar e a me chamar. Ainda não teve febre e espero que continue assim, que seja uma rinite alérgica e nada mais. Por volta das 4 horas eu escuto: "Aaaiiii dodói" e tosse tosse tosse, espirro espirro espirro..... Coitadinho :(

6 de jul de 2009

É meu papai

Ontem fomos ao Zoológico pela primeira vez! Dudu amou, principalmente o "ião" (leão) e o "pepante" (elefante)! Fomos eu, meu marido e Eduardo. Uma amiga com o filho de 1 ano e 4 meses (o marido dela estava viajando), e mais dois casais amigos com os respectivos filhos.
Paramos o passeio para fazer a mamadeira das crianças e neste momento o Pedro (o de 1 ano e 4 meses), que estava no colo da mãe dele, olhou para o meu marido, com o olhar mais comprido do mundo, e esticou os bracinhos para ele. Daniel o pegou no colo, recebeu carinho e abraço. Uma cena linda! Ficamos encantados pois da última vez que o vimos ele tinha acabado de completar 1 ano.
Bom, Dudu que estava correndo de uma lado para o outro se depara com essa cena! Chega perto de nós e com o MAIOR beiço do mundo, me pede colo e diz quase que miando: "O papai é meu..." Lágrimas começando a brotar nos olhos. Na mesma hora tive uma luz e falei: "O papai é seu mas você empresta ele um pouquinho para o Pedro, não empresta?" O rosto do meu filho se iluminou num sorriso escancarado e respondeu: "O Dudu empesta!" Ganhei um beijo bem melado, ele pediu pra descer e voltou a correr de um lado para o outro!
Delícia demais esse meu filho!!!!

4 de jul de 2009

Mais uma noite

No meu relógio são 00:51 e ainda não consegui pregar o olho. Achei que fosse desmaiar por causa de ontem mas.... Aqui estou eu.
O Dudu está dormindo feito um anjo (ele é um anjo). Chegou da escola dormindo e depois de 1 hora e 30 min de sono pesado acordou completamente. Foi complicado fazê-lo dormir novamnete, mas dormiu.
Ele sempre toma 2 mamadeiras à noite. Uma por volta das 20:30 e outra entre 23:30/00:00 Está dormindo tão pesado que ainda não reclamou a segunda mamada. Daí me pergunto: O QUE EU FAÇO ACORDADA?!!!! É sempre assim, toda vez que meu filhote dorme super bem eu praticamente passo a noite acordada. Puro masoquismo!

3 de jul de 2009

Diálogo

Comprei um tênis novo pro Dudu. Segue diálogo entre minha mãe e ele.
- Deixa a vovó ver como ficou o tênis novo em você!
Ele com a cara mais ressabiada do mundo mostra o pé, suspira e diz:
- Tila vó... - Por que, querido?
- Doto não!
- Você não gostou do tênis novo?
- É, doto não.
Fiquei com cara de tacho....

Noite mal dormida

Essa noite foi um tanto quanto complicada!!! Dudu dormiu às 21:30 por volta das 3:00 começou a chorar. Fui para seu quarto, deitei com ele de mãos dadas (é assim que ele gosta). Assim que dormiu levantei e deitei na minha cama. Depois de uma hora me chamou de novo: "Deita ati mamãezinha." e assim foi o resto da madrugada. Por fim, às 7 da matina resolvemos colocá-lo na nossa cama. O bonitinho dormiu até às 9:30. A mamãe acordou às 3, 4, 5 e 7!!!! Ai que SOOOOONOOOO!!!!!

1 de jul de 2009

Peladão

Mais uma "batalha " se inicia lá em casa com o pequeno. A luta agora é para colocar roupa. Ele adora ficar pelado, ou como ele mesmo diz: "Dudu peiadão!"
Quando venho com a camiseta ele sai correndo com um louco, rindo e falando em alto e bom som: "Dudu peiadão, Dudu peiadão! Ó, o pinto!" eu atrás dizendo que ele tem que colocar roupa pra passear, pra ir pra escola, pra ver a vovó.
Quando consigo, finalmente, vesti-lo, vem a onda do choro, da birra....
Hoje, após o banho, quando eu e minha mãe conseguimos por o uniforme ele olhou para nós duas e disse com a maior cara de decepção: "Dudu peiadão abô?" (Dudu peladão acabou?").
Quem merece?

O Sono dos Justos

Coitadinho do meu filhote. Ontem ele acordou às 8:15 da manhã, passou o dia acordado, na maior animação. Foi pra escola. Só fui pegá-lo às 19:10. Ele ficou acordado o dia todo!
Tentou dormir no carro mas o mantive acordado pois precisava parar na padaria para comprar o lanche.
Quando chegou em casa, mesmo com sono, quis brincar com o "papai eído" (papai querido). Dormiu às 20:45.
São exatamente 09:42do dia de hoje e ele está APAGADO! Dormindo como uma pedra! Ressonando....